Escolha uma região

Encontre o seu imóvel

Como conviver com cachorros em apartamentos

Se você tem um cãozinho, mas mora em um espaço pequeno, saiba quais cuidados tomar para que o animal tenha uma vida saudável no seu lar

Muitas pessoas dizem que cães e apartamento não combinam. Mas isso não é verdade. Você não precisa ter um grande quintal para que o seu cachorro seja feliz, o pouco espaço de um apartamento já pode a ser ideal para o seu animalzinho. Se você tem um cão que precisa de se adaptar a um espaço pequeno, não se preocupe. As dicas a seguir podem ajudá-lo a viver tranquilamente em um ambiente pequeno junto com o seu melhor amigo.

1. Acostume-o: Se você tem um cão grande, e precisa adaptá-lo ao apartamento antes de se mudar, leve-o a lugares pequenos constantemente, para que ele vá se acostumando com o pouco espaço que o espera. Assim, quando se mudar, não terá tanto trabalho em ajustá-lo ao novo ambiente.

2. Esteja presente: Se um apartamento pequeno é novidade para o seu cão, tente ficar com ele durante o máximo de tempo possível. No início, leve-o menos para passear na rua, para ele conhecer o espaço em que irá viver. Depois, vá aumentando aos poucos a frequência dos passeios.

3. Crie um espaço para o cão: Pense em colocá-lo para dormir em um espaço que não tenha mobília, que seja arejado e que tenha um pouco de iluminação. Mas quando não estiver na hora do sono, tente mantê-lo o máximo de tempo possível livre.

Para compensar o pouco espaço, o cãozinho deve ficar o mais livre possível dentro do apartamento.

4. Não o deixe no escuro: Alguns apartamentos podem ser muito escuros, por causa dos outros edifícios aos arredores. Por isso, quando chegar a noite, deixe as cortinas abertas para que tenha um pouco de iluminação para o cãozinho, assim ele não fica muito agitado.

5. Estabeleça uma rotina: Os cães devem ter hora certa para comer e passear. Quando isso é bem estabelecido, ele não fica ansioso para realizar a atividade, o que evita a agitação dentro do apartamento.

6. Encontre um bom adestrador: Se você está tendo problemas comportamentais, como latidos excessivos, procure um treinador de cães, este especializada pode resolver a situação.

7. Coloque um banco próximo à janela: Ficar muito tempo confinado pode deixar o cão estressado ou entediado. Para isso não acontecer, deixe um banco próximo a janela para ele observar o lado de fora do apartamento. Mas lembre-se, as janelas devem ter telas ou grades, para não correr o risco de o animal cair do edifício.

Não impeça-o de ver a janela ou a rua pela varanda, mas lembre-se de instalar grades ou telas.

8. Instale uma porta: Se você tem uma área do apartamento em que o cão não pode entrar, certifique-se da possibilidade de instalar uma pequena porta que impeça a entrada do animal. Se não quiser instalar no ambiente, coloque-a no espaço em que ele dorme ou brinca, como varandas ou coberturas.

9. Pense nos móveis: tente conciliar seus móveis com o fato de você criar um cão em casa. Ou seja, prefira sofás que são fáceis de limpar e evite ter tapetes. Procure móveis que resistam às unhas do animal, que não acumulem pêlos ou que sejam impermeáveis.

Ver todas em: Decoração